Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Blog da Cristina

Mais um blog ... Mas este é diferente, porque é meu! E é um blog sobre ...

O Blog da Cristina

Mais um blog ... Mas este é diferente, porque é meu! E é um blog sobre ...

Guardar lixo e comprar mais espaço no 🌩️

12.06.24, Cristina

IMG_0960.jpeg

Olá,

antes o processo de tirar uma foto era uma arte que nem sempre corria bem e envolvia diversos factores e surpresas (alguns momentos teriam de ficar registados na nossa memória).

O processo de revelar uma foto era todo um filme de suspense e exigia tempo.

Agora ... agora tiram-se milhares e milhares por tudo e por nada que se vão acumulando num qualquer dispositivo digital ou numa qualquer nuvem, talvez algumas pessoas sejam muitos organizadas e vão fazendo uma limpeza, deixando só o que realmente interessa.

Mas hoje, e apesar de antes o processo ser mais demorado parece que há menos tempo disponível e portanto vamos tirando fotos e fotos, e enquanto há espaço disponível nem nos lembramos de fazer umaselecção ou então sou só eu que não o faço.

Quando começa a faltar espaço começam as mensagem do fornecedor de software com proposta de venda de mais espaço na tal nuvem e é aqui que temos alternativas à compra, como seja fazer uma escolha e guardar só o queefectivamente interessa, outra é passar para um disco externo, tarefa que eu fazia de forma simples e que agora se complicou não sei bem como ou talvez tenham dificultado para que a opção da compra de espaço pareça mais simples (se calhar estou a ser maquiavélica).

Normalmente, em casa deitamos o lixo fora, mas com as fotos não me parece que o façamos tão amiúde, e o lixo em forma de fotos vai-se acumulando bem como o dinheiro de quem vende espaço na nuvem.

Ter uma foto em papel é maravilhoso, mas parece-me que já não se imprime tanto e talvez os momentos em que revisitamos as fotos antigas não seja proporcional à quantidade de fotos que produzimos.

Às vezes, paro para pensar e parece que nos estamos a deixar ir pelo caminho da facilidade sem ponderar, damos acesso às fotos, mas depois estamos preocupados com o que farão com elas, todos vemos como é simples fazer uma cópia do ecrã e como no mundo há sempre maldade por mais que não se queira e que portanto perder a privacidade das nossas imagens é tão simples como estalar os dedos. De repente, nas redes todos fazem declarações escritas, mas é parecido com colocar um papel no carro "Não roubar", parece-me que pouco efeito terá em pessoas mal intencionadas.

Tempo e dinheiro são valores escassos e talvez devam ser usados com cautela.

Crisabraços.

 

4 comentários

Comentar post